Febre Aftosa

Programa "Vigilância para febre aftosa"
Fiscal de Defesa Agropecuária Médico Veterinário Walter de Carvalho Ribeirete - Tel.: (41) 3313-4062

Área Livre

Área Livre de Febre Aftosa com Vacinação

 

O Estado do Paraná possui um rebanho de 9,2 milhões de bovinos e búfalos, distribuídos em 178.885 explorações pecuárias. O Paraná é reconhecido pela Organização Mundial de Saúde Animal - OIE como Área Livre de Febre Aftosa com Vacinação, como a maioria das unidades da federação. Em outubro de 2019, foi autorizada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento a suspensão da vacina contra febre aftosa no Paraná (IN 47 de 15 de outubro de 2019). Em agosto de 2020, por meio da IN 52/2020 , o Paraná recebe o reconhecimento nacional de livre de febre aftosa SEM vacinação e segue os procedimentos para alcance do reconhecimento internacional pela OIE.

Live: O que muda com o reconhecimento internacional de Livre Sem vacina?

https://www.youtube.com/watch?v=HFT-7QeomwU

Passo a passo para atualização de rebanhos online:

Como atualizar o rebanho online?

 

PARANÁ LIVRE DE FEBRE AFTOSA SEM VACINAÇÃO: ANÁLISE E PERSPECTIVAS

 

Dados de rebanho do Paraná (por município).

Resultado da campanha de vacinação - novembro 2018 .

Resultado da última campanha de vacinação - maio 2019 .

Responsabilidades compartilhadas - Atribuições e responsabilidades dos governos federal, estaduais e setor privado (PNEFA).

Nota Panaftosa

Acesso ao sistema de Atualização de Rebanho

Contato Central de Segurança: (41) 3200-5007

 

Material de divulgação

Spot Atualização de Rebanhos com Sérgio Reis
Spot - campanha de atualização de rebanhos
Spot 2 - Campanha de Atualização de Rebanhos

 

Spot 3 - Campanha de Atualização de Rebanhos

 

Post Campanha de atualização de rebanhos
Post Campanha de Atualização de Rebanhos - Sérgio Reis

 

Informações sobre Febre Aftosa

Perguntas e Respostas sobre Febre aftosa

Ficha Técnica de febre aftosa

Se você tem conhecimento de animais com sinais compatíveis com aftosa (babando, mancando, com vesículas na boca ou tetos, entre outros), NOTIFIQUE IMEDIATAMENTE À UMA UNIDADE LOCAL DA ADAPAR.

Legislação

Consulte a legislação sobre Febre Aftosa.

Coordenação do Programa Estadual "Vigilância para febre aftosa"

pnefa@adapar.pr.gov.br

Notificação de suspeita de Doença Vesicular