Sistema Estadual de Agricultura recepciona profissionais aprovados no Programa de Residência Técnica
13/08/2021 - 09:58

Profissionais aprovados para o Programa de Residência Técnica em Economia Rural foram apresentados oficialmente ao secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, nesta quarta-feira (11), na sede da Secretaria. Em atuação desde a semana passada em órgãos da Seab em Curitiba e em núcleos regionais, os residentes vão colaborar com o desenvolvimento de ações para a agricultura do estado. Além dos paranaenses, há profissionais de estados como Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Minas Gerais, Rondônia, Bahia, Ceará, Maranhão, São Paulo e Pará. 

O diretor-presidente da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), Otamir Cesar Martins, e o diretor geral da Seab, Richardson de Souza, também recepcionaram os novos colaboradores. “É uma experiência única e inédita para nós. Desejamos que vocês se sintam em casa e se sintam estimulados, pois a agricultura do Paraná exige muito trabalho. Nós vamos nos empenhar para que vocês aprendam e possam produzir bastante”, disse Souza. 

Ortigara reforçou o bom desempenho do Paraná no agronegócio, líder e vice-líder nacional na produção de várias culturas, com ampla diversificação e grande polo de cooperativas. O secretário destacou a importância da atualização do quadro pessoal e investimento constante em aquisição de conhecimento sobre o agro. “Vivemos um período de revolução, com digitalização de processos e nova mecanização na agricultura. É uma grande oportunidade para vocês. É preciso ter cabeça aberta e estar disposto a aprender”, disse. 

 

PROGRAMA - O lançamento do Programa de Residência Técnica com foco na Economia Rural aconteceu em junho deste ano. Foram ofertadas 70 vagas para profissionais recém-formados em áreas como Agronomia, Zootecnia, Economia, Geografia, Estatística, Sistema de Informação, Direito, Administração, Nutrição, Veterinária, Informática, Engenharia de Computação, Comunicação Social, Biologia, Turismo Rural, Psicologia e Biblioteconomia.. A Residência em Economia Rural é desenvolvida em parceria entre a Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti), Seab, Adapar, Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná – Iapar-Emater (IDR-Paraná) e coordenada pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste).

O objetivo é incentivar o aprimoramento profissional de recém-formados que concluíram cursos de graduação no período inferior a 36 meses. A residência técnica é composta por um curso de pós-graduação (especialização) e atividades práticas, realizadas em instituições ligadas ao Governo do Estado. Os residentes técnicos recebem uma bolsa-auxílio no valor de R$1.900,00, por um período de até 24 meses.