Fiscais da Adapar realizam treinamento sobre brucelose e tuberculose
23/09/2021 - 08:20

Servidores da ADAPAR receberam capacitação em Métodos de Diagnóstico e Controle

da Brucelose e Tuberculose Animal e Noções de Encefalopatias Espongiformes Transmissíveis.

 

O Centro Universitário Integrado promoveu, entre os dias 13 e 17 de setembro, o “Curso de Treinamento em Métodos de Diagnóstico e Controle da Brucelose e Tuberculose Animal e Noções de Encefalopatias Espongiformes Transmissíveis” para 20 médicos veterinários da Agência de Defesa da Agropecuária do Paraná (ADAPAR).

O curso teve por objetivo capacitar e regulamentar os servidores da ADAPAR que atuam na fiscalização a médicos veterinários da iniciativa privada habilitados aos Programas Nacional e Estadual de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose (PNCEBT/PECEBT).

Nas aulas práticas e teóricas, ministradas pelos docentes do curso de Medicina Veterinária, Prof. Me Francisco Augusto Ricci Catalano e Profª. Dra Roberta dos Santos Toledo, além das características gerais, dos métodos oficiais de diagnóstico e controle das doenças, os participantes também tiveram aulas sobre a legislação federal e estadual referentes às doenças.

A coordenadora estadual do Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose (PNCEBT), Elenice Aparecida Amorim, que ministrou uma palestra aos participantes do curso, destacou a qualidade do treinamento realizado pelo Integrado. “Os professores estão super atualizados, todas as informações que eles passaram estavam atualizadas. Além disso, pude constatar com os nossos servidores que os professores lhes deram bastante atenção durante as aulas práticas e se prestaram a passar todas as informações necessárias”, disse a coordenadora. 

Para o fiscal agropecuário, Jeison Solano Spin, o treinamento irá colaborar nas atividades desenvolvidas na ADAPAR. “Eu gostei bastante da estrutura do Integrado, os professores são excelentes profissionais. Nós fomos muito bem atendidos, valeu muito a pena participar, o curso vai agregar bastante para gente no serviço”, contou o fiscal. 

A brucelose e a tuberculose são zoonoses, isto é, doenças que podem ser transmitidas entre animais e seres humanos, e que geralmente acometem bovinos e bubalinos, trazendo prejuízos à produção de leite e carne. Desde 2002, com a implantação do Programa Estadual de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose (PECEBT), o Paraná intensificou as medidas sanitárias para controle e posterior erradicação dessas doenças. 

Últimas Notícias