Notícias

22/11/2019

Adapar e Parque Tecnológico de Itaipu iniciam parceria em ações de defesa agropecuária

Na manhã do dia 21 de novembro, o Gerente de Desenvolvimento de Negócios do Parque Tecnológico de Itaipu-PTI, Pedro Sella, recebeu os servidores da Adapar para a elaboração do plano de trabalho conforme estabelecido no Protocolo de Intenções 012/2019.

“Esta aproximação do PTI com a Adapar é fundamental para que possamos promover a participação das partes interessadas nas políticas de defesa agropecuária, elevando assim, o valor público de nossa instituição”, destaca Alessandro Casagrande, gerente de apoio técnico e gestor do Protocolo de Intenções.

Participaram da reunião pela Adapar, o gerente de Sanidade Vegetal, eng. Agrônomo Marcílio Martins Araújo e o coordenador do programa de Fiscalização do Comércio e do Uso de Agrotóxicos, eng. Agrônomo João Miguel Toledo Tosato e também o eng. agrônomo Jetro Turan Salvador da Gerência de Apoio Técnico.

Dentre os temas tratados na reunião, destacam-se o compartilhamento do uso de drones do PTI para a fiscalização da conservação e uso do solo agrícola em áreas de interesse recíprocas, além da utilização de dados do Sistema de Monitoramento do Comércio e Uso de Agrotóxicos do Paraná (Siagro) para verificar a pressão do uso de agrotóxicos em zonas de relevância para o desenvolvimento territorial sustentável regional.

"A parceria entre o PTI e Adapar resultará em maior dinâmica das ações,  buscando integrar sistemas de base de dados e informações de utilização de agrotóxicos, sistemas de conservação de solos  e água em áreas de interesse,  buscando agilizar as ações de fiscalização de propriedades de maiores riscos de uso desses insumos.  Portanto, essa interação poderá resultar em ambientes mais sustentáveis,  promover a correção das deficiências dos sistemas de manejos, visando suspender os processos erosivos e o carreamento de solos para os corpos hídricos e também, a verificação  das recomendações dos agrotóxicos utilizados nessas regiões”, enfatizou o gerente de Sanidade Vegetal, eng. Agrônomo Marcílio Martins Araújo.

 

Fonte: Adapar

Recomendar esta notícia via e-mail:
Topo