Notícias

11/10/2019

Adapar inova na área da inspeção

No dia 09 de setembro de 2019, foi assinada a Portaria nº 278, criando a Comissão de Análise de Projetos de Processos dos Programas de Registro de Indústrias de Produtos de Origem Animal (PRI) e de Registro de Produtos de Origem Animal (PRP) com o objetivo de realizar análise dos processos relacionados as atividades dos Programas PRI e PRP, bem como auxiliar na elaboração e atualização da legislação e normas pertinentes ao Serviço de Inspeção do Paraná/Produtos de Origem Animal – SIP/POA bem como padronizar as ações do GIPOA.

Essa comissão tem por objetivo dar mais agilidade à aprovação dos processos, uma vez que os membros realizarão reuniões periódicas para discussão e alinhamento dos pareceres, o que ajusta o entendimento das normas entre os próprios fiscais.

Está disponível também, o agendamento de reuniões via web conferência, para que possam ser sanadas as dúvidas sobre os pareceres emitidos pela GIPOA. Essa ferramenta evita o deslocamento, permitindo aos interessados conversarem diretamente com os fiscais que analisam as plantas e os formulários de produtos, expondo seus pontos de vista e recebendo orientações sobre o atendimento à legislação. Isso estreita o diálogo entre fiscalização e fiscalizado, melhorando de forma global a qualidade dos projetos e adequação às normas, aumentando o índice de aprovação das plantas nas primeiras apresentações dos processos.

A comissão disponibiliza até 1 hora por web.

 

O que é necessário para agendar uma web conferência?

Solicitar por e-mail ao FDA da ULSA, com as seguintes informações:

  • nome da empresa
  • Participantes (nome/ e-mail e vínculo coma a empresa);
  • nº do protocolo a ser discutido;
  • pauta (adiantar o assunto, duvidas e questionamentos)

 

A confirmação será encaminhada também por email. Na data da reunião será informado por email o link e senha de acesso à sala da web.

Para acesso, o computador deve dispor dos seguintes requisitos:

  • Windows ou Linux;
  • Navegador Internet Explorer, Firefox ou Goole Chrome;
  • Adobe Flash Player versão 11 ou superior;
  • Java;
  • Headset (preferencialmente) ou Caixas de Som e Microfone;
  • Câmera de vídeo (Webcam).

 

Os projetos apresentados para aprovação, devem estar de acordo com a Portaria 223/2018 e MANUAL DE APRESENTAÇÕES DE PROJETOS. O atendimento ao manual, além de ser uma determinação da GIPOA, possibilita um melhor entendimento do processo como um todo, o que facilita a análise e aprovação dos projetos.

Fonte: Adapar

Recomendar esta notícia via e-mail:
Topo