Notícias

16/11/2017

Resistência Antimicrobiana é tema de Simpósio em Curitiba

Os agentes antimicrobianos são medicamentos utilizados para tratar infecções, principalmente de origem bacteriana. O uso inadequado (em excesso, sem indicação ou em sub doses), tanto em animais como no homem, pode levar a ineficácia de alguns princípios ativos, que se tornam ineficazes frente a agentes patogênicos, gerando a resistência antimicrobiana.

A resistência aos antimicrobianos é uma preocupação global. O problema assumiu dimensões alarmantes e tem sido discutido dentro do contexto saúde única, que considera a saúde humana, dos animais e do meio ambiente.

Em Curitiba, no mês de novembro, já aconteceram 2 simpósios estaduais para discutir esta temática. No dia 09 e 13 de novembro, na PUC-PR e na sede do Conselho Regional de Medicina respectivamente. Em ambos eventos, houve interação de diferentes profissionais das áreas de veterinária, enfermagem, farmácia e medicina, com apresentação de diversas estratégias para controle e prevenção da Resistência Antimicrobiana (RAM).

“A presença de representantes das diferentes áreas envolvidas, tanto do setor público como do privado, comprometidos com a causa e cientes de sua responsabilidade, já é um grande passo na luta contra a RAM”, afirma Marcelo Pilloneto, farmacêutico do Laboratório Central do Estado do Paraná (Lacen/PR), que proferiu palestra sobre evidências históricas, microbiológicas e epidemiológicas para o uso racional de antimicrobianos.

Um grande desafio é sensibilizar os profissionais que lançam mão de antibióticos de forma empírica e em doses e períodos não ideais, para que os indiquem na dose e períodos suficientes para cada agente, com embasamento científico. Para tanto, é necessário que se dê maior atenção a este grave problema, com mais estudos direcionados e mais treinamento dos profissionais da área humana e veterinária sobre RAM.

A Adapar tem participado destas discussões ativamente e colabora com as estratégias já estabelecidas pela Organização Mundial de Saúde Animal – OIE. Os 4 principais objetivos constantes no Plano Estratégico para Controle da RAM são:

• Melhorar a consciência e a compreensão dos profissionais;
• Fortalecer o conhecimento através da vigilância e pesquisa;
• Apoiar boa governança e capacitação;
• Incentivar a implementação de padrões internacionais.

Saiba mais sobre o tema:
Plano Estratégico OIE (inglês)
Notícias Relacionadas (AEN)

Fonte: Adapar

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.