A Adapar

Missão, Visão e Valores | Mapa Estratégico | Histórico | Lei de Criação | Planejamento e Desenvolvimento | Perguntas e Respostas

Missão, Visão e Valores

Missão: Promover a saúde animal, a sanidade vegetal, a inocuidade dos alimentos, a conformidade do comércio e uso de insumos
agropecuários, o uso adequado do solo agrícola, com responsabilidades compartilhadas entre as partes interessadas,
em benefício da sociedade.

Visão: Consolidar-se como instituição de excelência em defesa agropecuária.

Valores: Comprometimento, Cooperação, Credibilidade, Efetividade, Ética, Imparcialidade, Inovação, Qualidade, Responsabilidade,
Sustentabilidade e Transparência.

Mapa Estratégico

Mapa Estratégico 2019-2023

Histórico

O Paraná com os seus solos, sua gente e seu trabalho sempre demonstrou vocação para a produção agrícola, ao longo da história. Os ciclos da erva mate, da madeira, do café e do algodão, são substituídos na década de 70 pelas pastagens com bovinos e lavouras de milho e soja, que se transformam em produção de suínos e aves que alimentarão paranaenses, brasileiros, pessoas e povos de diferentes regiões do mundo.
Para apoiar de forma adequada a sua vocação agropecuária, foi criada, em 1944, a Secretaria de Estado dos Negócios da Agricultura, cuja reforma em 1976, criou o Departamento de Fiscalização (DEFIS) para atender, especificamente, as questões ligadas à defesa sanitária animal e vegetal.

Criado para atender demandas, quase que exclusivamente para o mercado estadual e nacional, o DEFIS se esforçou nas décadas seguintes incorporando dezenas de programas, projetos, profissionais e metodologias para atender o setor agropecuário, agora já focado no mercado internacional, cada vez mais exigente.

O setor agropecuário do Paraná se mobilizou para a criação, em 1995, do Fundo de Desenvolvimento da Agropecuária do Estado do Paraná – FUNDEPEC/PR, que atualmente tem mais de R$ 70 milhões (setenta milhões de reais) em caixa para fazer frente a possíveis situações de saneamento em emergências sanitárias.

Em 1997 foi criado o Conselho Estadual de Sanidade Agropecuária – CONESA, como fórum de discussões entre governo e iniciativa privada para as questões da sanidade agropecuária.

Em março de 2010, o setor privado, de forma organizada, solicitou aos candidatos ao Governo do Paraná, a criação de uma entidade nova, com estrutura moderna e ágil para executar a sanidade agropecuária no Paraná.

Em 20 de dezembro de 2011, o Governo do Estado do Paraná criou a Agência de Defesa Agropecuária do Paraná – ADAPAR, por meio da Lei Estadual nº 17.026, vinculada à Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento do Paraná – SEAB. A ADAPAR é uma entidade autárquica dotada de personalidade jurídica de direito público, com patrimônio e receitas próprios e autonomia administrativa, técnica e financeira que efetivamente iniciou seus trabalhos com a posse de sua Diretoria aos 07 de maio de 2012.

Lei de Criação, Regulamento e Regimento Interno

  • Lei nº 17026 - 20/12/2011 - Cria a Agência de Defesa Agropecuária do Paraná - ADAPAR.
  • Decreto nº 4377 - 24/04/2012 - Aprova o Regulamento da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná - ADAPAR.
  • Decreto nº 4713 - 23/05/2012 - Altera o Regulamento da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná - ADAPAR.
  • Lei nº 17187 - 12/06/2012 - Dispõe sobre os cargos e carreiras dos servidores na estrutura organizacional da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná – ADAPAR.
  • Regimento Interno - 26/09/2013 - Dispõe sobre o Regimento Interno da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná - ADAPAR.

Planejamento e Desenvolvimento Institucional


Sistema de Gestão

O Sistema de Gestão, abrangendo os níveis estratégico, tático e operacional, é fundamentado no método da “Estratégia da Melhoria Contínua da Gestão” ou “Ciclo da Melhoria Contínua” (Ciclo PDCA).

O nível estratégico, ou plurianual é caracterizado pelo Plano de Gerenciamento Estratégico, em alinhamento ao Plano Estadual de Defesa Agropecuária do Sistema Estadual de Defesa Agropecuária.

O Plano de Gerenciamento Estratégico, definido para um período mínimo de quatro anos, é avaliado anualmente, visando à análise crítica e o alinhamento estratégico.

O nível tático, ou anual, é caracterizado pelo Plano Setorial das Gerências e Assessorias, resultante do desdobramento anual das metas estratégicas.

Os Planos Setoriais são avaliados bimestralmente, visando o alcance das metas anuais.

O nível operacional do Sistema de Gestão é caracterizado pelo Plano Regional das Unidades Regionais de Sanidade Agropecuária, em desdobramento das metas previstas nos Planos Setoriais das Gerências e Assessorias.

Os Planos Regionais são avaliados bimestralmente, visando o alcance das metas anuais.

Os procedimentos para elaboração, desdobramento e avaliação do Plano Estratégico, Plano Setorial e Plano Regional serão normatizados por meio de Portaria.


Programas e Projetos

A operacionalização da defesa agropecuária pela ADAPAR, visando o alcance dos objetivos e metas estratégicas, se dará por meio de Programas Finalísticos e Programas de Gestão, Manutenção e Serviços.

O Programa é o instrumento que congrega articuladamente, ou de forma coordenada, um conjunto de iniciativas tais como: projeto, plano de atividades e plano de operações.

Compreende-se como iniciativa o detalhamento de o quê, como, onde e quando fazer e qual o custo, sendo materializada num projeto, plano de atividade ou plano de operações.

O Projeto é o instrumento de para o alcance dos objetivos de um programa. É composto de atividades, limitadas no tempo, das quais resultam a especificação de metas e os respectivos indicadores de mensuração, assim como o dimensionamento dos recursos orçamentários e não orçamentários para o seu fim.

O Plano de Atividades é o instrumento de programação que especifica todas as atividades contínuas ou não, não contempladas em projetos ou em planos de operação, a serem realizadas durante o ano, contendo as metas e seus indicadores de mensuração, assim como o dimensionamento dos recursos orçamentários e não orçamentários para o seu fim.

O Plano de Operações é o instrumento de programação, de formulação sumária, para a gestão de um conjunto de atividades no tratamento de situações de caráter inesperado, de emergência, no qual mesmo assim, serão especificadas metas e seus devidos indicadores de mensuração, assim como o dimensionamento dos recursos orçamentários e não orçamentários para o seu fim.

Os programas, inclusive aqueles delegados pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento - MAPA, são estabelecidos por meio de Portaria do Diretor Presidente da ADAPAR.

Os procedimentos para elaboração e execução dos Programas serão normatizados por meio de Portaria.

Perguntas e Respostas Frequentes

O que é e o que faz a ADAPAR?

A ADAPAR - Agência de Defesa Agropecuária do Paraná tem por finalidade a promoção da defesa agropecuária e da inspeção sanitária dos produtos de origem animal, a prevenção, o controle e a erradicação de doenças dos animais e de pragas dos vegetais de interesse econômico ou de importância à saúde da população e assegurar a segurança, a regularidade e a qualidade dos insumos de uso na agricultura e na pecuária.

Qual o endereço principal da Adapar e como posso entrar em contato?

Endereço Físico da sede: Rua dos Funcionários, 1559, térreo, Cabral - Curitiba, PR - CEP 80.035-050

Recomendar esta página via e-mail:
Topo