Biologia Molecular

Como enviar amostras para Análise Molecular

Folhas de Citros e Murta

A amostra deve ser enviada em embalagem adequada (saco plástico resistente acomodado em caixa isotérmica ou outros), com identificação compatível com a requisição de exames.

Espécies e/ou variedades diferentes devem ser acondicionadas em embalagens individualizadas (amostras diferentes).

Não enviar amostra seca (desidratada), oxidada ou em estagio de decomposição.

Amostra para ensaio de praga regulamentada deve seguir os padrões determinados em normativas, quando estes estão estabelecidos.

Suabes de Traquéia de Aves para Micoplasmas aviários

A amostra deve ser enviada em meio transporte caldo frey, sob refrigeração, utilizando embalagens (frascos) bem vedadas, evitando extravazamento.

Amostras para Leptospirose

Nos quadros agudos da doença, amostras de sangue total com EDTA podem ser colhidas durante pico febril. Para quadros crônicos, amostras de urina podem ser colhidas após promoção da diurese, fornecendo água alcalina. Fragmentos de rim e fígado de animais necropsiados. Para casos de aborto, colher o conteúdo do abomaso fetal em seringa estéril e fragmentos de órgãos que devem se enviados separadamente.  

Amostras para Virologia Molecular Animal

Para garantir um diagnóstico acurado de doenças virais, é importante coletar a amostra biológica correta e no momento certo. Ela deve refletir o sistema envolvido na suspeita clínica e deve ser coletada durante a fase da infecção aguda, quando a concentração viral é máxima. É importante seguir os passos abaixo a fim de coletar a amostra apropriada para o ensaio.

Soro sanguíneo:  Coletar em tubo sem anticoagulante, deixar retrair o coágulo, remover o soro e colocar em frasco/tubo estéril.

Suabe nasal:  Coletar de cada narina separadamente e colocar em 1-2 ml de solução salina estéril ou meio de transporte.

Sangue total:  Coletar em tubo estéril com EDTA, não usar tubo com heparina.

Líquor: Coletar em tubo estéril, remover qualquer contaminação com eritrócitos e congelar.

Sêmen: Coletar em frasco estéril ou palheta, resfriar imediatamente.​

Tecidos: Amostras de pulmão, baço, rim, fígado, placenta, etc,  colocar 1-2 gramas de tecido em frasco estéril ou bolsa plástica com uma pequena quantidade de solução salina estéril ou meio de transporte.

*Nota: Amostras de SNC com sinais neurológicos devem ser encaminhadas inicialmente para diagnóstico de raiva, entrar em contato com Unidade Local de Sanidade Agropecuária (ULSA) mais próxima.

Considerações Adicionais

A quantidade de amostra deve ser suficiente para realização do(s) ensaio(s) solicitado(s).

Na colheita e transporte de amostras biológicas obedecer rigorosamente as normas de biossegurança, uma vez que estes espécimes devem ser sempre considerados como potencialmente contaminados. Igualmente, é essencial manter cuidado na identificação.

Utilizar caixa isotérmica resistente e compatível com a quantidade de amostra, e gelo reciclável suficiente para manter a temperatura refrigerada até a chegada no laboratório.

Remeter a documentação anexa e fora da caixa isotérmica.

A requisição de exames deve conter informações sobre a amostra suficientes para a realização do(s) ensaio(s) solicitado(s); quando possível preencher todos os campos da requisição de exames, de forma legível e sem rasuras, não esquecendo de assinar e datar a requisição.

Se a amostra for enviada via transportadora ou correio, encaminhar de modo que chegue ao laboratório até sexta-feira; evitar o envio de amostra de forma que possa ficar retida em condições inadequadas de armazenamento em decorrência de feriado e final de semana.

As informações acima se restringem ao acondicionamento e envio de amostra, não são recomendações de coleta e amostragem.

Formulários

Requisição de Ensaios - Área Animal (Geral)
Requisição de Exames - Área Vegetal

Taxas

Tabela de taxas da Área Animal e da Área Vegetal

Esclarecimentos Adicionais

Esclarecimentos adicionais podem ser feitos por telefone: 41-3778-6400 ou por e-mail:

Daniela Bergamin de Oliveira - danielabergamin@adapar.pr.gov.br, Mara Eliza Gasino Joineau - mgasino@adapar.pr.gov.br, Maria Constanza Rodriguez - mariaconstanza@adapar.pr.gov.br, Neide Cristiane Cavalli - neidecavalli@adapar.pr.gov.br, Patrícia Sayuri Murakami Suzuki - patriciamurakami@adapar.pr.gov.br, Regina Celia Zonta de Carvalho - regcarva@adapar.pr.gov.br, Rosangela Rodrigues dos Santos - rosangela.santos@adapar.pr.gov.br

Recomendar esta página via e-mail:
Topo