Institucional

Finalidade

Estabelecer normas, padrões e procedimentos, que determinam a adoção das medidas de prevenção e preservação e contribuem para a sanidade da produção agropecuária paranaense, promovendo o aumento da competitividade junto ao mercado globalizado.

Quem se beneficia com este trabalho

  • O produtor - usando insumos de qualidade, evitando e controlando a ocorrência de problemas de sanidade em seus rebanhos, assim como em sua produção agrícola. Seu custo de produção diminui e seus produtos tornam-se mais competitivos.
  • A indústria - adquirindo e processando matéria-prima de boa qualidade, principalmente no aspecto da sanidade.
  • O comerciante - revendendo produtos, principalmente alimentos, com qualidade. Seu cliente fica satisfeito.
  • O consumidor - recebendo alimentos mais saudáveis, com maior qualidade e menor preço.

Quais áreas atuamos

  • Difusão de informações educativas sobre sanidade animal e vegetal; 
  • Diagnóstico laboratorial nas áreas animal e vegetal;
  • Registro e controle de documentos nas áreas animal e vegetal, tais como: documentos de certificação de sanidade, cadastros de comerciantes de insumos, registros de marcas, etc;
  • Fiscalização da inspeção em frigoríficos, indústria de derivados cárneos, em indústrias de laticínios, em estabelecimentos de produção de mel, cera de abelha e derivados e em estabelecimentos de produção de ovos de consumo e derivados. Atuamos também na normatização, regulamentação da construção, reformas e reaparelhamento destes estabelecimentos;
  • Fiscalização da adoção de medidas de prevenção e controle da sanidade animal e vegetal em propriedades rurais;
  • Fiscalização do trânsito estadual e interestadual de animais, produtos de origem animal, vegetais, produtos de origem vegetal e de insumos para utilização na atividade agropecuária;
  • Fiscalização do comércio de insumos para utilização na produção animal e vegetal;
  • Fiscalização em estabelecimentos industriais como: incubatórios avícolas; institutos de sementagem, chocadeiras e sirgarias do bicho-da-seda;
  • Fiscalização e certificação oficial da sanidade em granjas de reprodução de suínos e aves;
  • Fiscalização em eventos com aglomeração de animais, tais como: exposições, feiras e leilões.
Recomendar esta página via e-mail: