Notícias

21/03/2020

Agência de Defesa Agropecuária do Paraná em prol do combate ao Coronavírus

Iniciaram nesta sexta – feira (20/03/2020) os trabalhos integrados do Governo do Paraná nas divisas do Estado para conter o avanço do coronavírus, conforme determina o Decreto nº4230 de 16 de março. A Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) está participando ativamente com servidores e a estrutura física dos Postos de Fiscalização do Transito Agropecuária do Arco Norte, nas divisas com os estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul.

Uma equipe formada por servidores da Polícia Rodoviária Estadual, Polícia Rodoviária Federal, Exército Brasileiro, Secretaria de Estado da Saúde e da Adapar estão intensificando os trabalhos.

No que compete à Adapar, os fiscais de Trânsito Agropecuário e assistentes de fiscalização  da Defesa Agropecuária, além do apoio necessário para o combate a pandemia do coronovirus, seguem a rotina de controle do trânsito de animais, vegetais e  produtos de origem animal e vegetal, obedecendo as orientações sobre cuidados com a saúde neste período. “Essas atividades são consideradas essenciais e não podem ser interrompidas nos postos neste momento”, explica o gerente de Trânsito Agropecuário Muriel Moreschi. Além dos fiscais e assistentes que já atuam nos postos de fiscalização, nesta semana mais servidores estão sendo enviados pela Adapar aos postos nas divisas.

De acordo com Moreschi, a Adapar está fornecendo estrutura física e logística dos PFTAs para que os demais órgãos possam desenvolver suas ações. “Nossos servidores conhecem bem essas regiões onde atuam 24 horas por dia, e podem ajudar com informações sobre volume de cargas, volume de tráfego, entre outras. Nota-se a importância dessa estrutura para o Estado em épocas de crise, e com ela poder dar respaldo ao trabalho do poder público em outras frentes”, explica.

O Presidente da Adapar, Otamir Cesar Martins frisa que neste momento o importante é salvar vidas e ficamos satisfeitos que nossa estrutura pode e vai ajudar as ações governamentais.

Recomendar esta notícia via e-mail:
Topo